TEXTO:

Acabarei com a sua alegria: suas festas anuais, suas luas novas, seus dias de sábado e todas as suas festas fixas.

Oséias 2:11

ALEGAÇÃO:

Oseias profetizou que na Nova Aliança, todas as festividades judaicas, inclusive a guarda do Sábado, iriam cessar.

RESPOSTA:

Em Isaías 1:13 Deus diz: “Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso para mim é abominação, e também as ofertas de lua nova, os sábados, e a convocação das congregações; não posso suportar a iniquidade associada ao ajuntamento solene”. Aqui, Deus não está dizendo que iria abolir estes mandamentos ou que o povo de Israel não tinha mais espírito religioso por observar o Sábado. O Senhor está dizendo apenas que não suportava mais ver eles “MISTURAREM” a guarda do Sábado (neste texto mais especificamente os dias sagrados) com a iniquidade, assim como Ele não toleraria a guarda de qualquer outro mandamento, se estivesse associada ao pecado.

Artigos Relacionados

Sábado! Criação de Deus Para o Nosso Benefício Sábado! Criação de Deus Para o Nosso Benefício
Deus criou o sábado não para ele descansar, mas para os homens descansar neste dia. Na criação do...
Perguntas Frequentes Sobre o Sábado Sagrado Perguntas Frequentes Sobre o Sábado Sagrado
Como membro da Igreja Batista do Sétimo Dia eu gosto de dar a meus irmãos e irmãs cristãos respostas...
O Sábado Sagrado Do Senhor O Sábado Sagrado Do Senhor
O Sábado sagrado da bíblia, o sétimo dia da semana, é tempo sagrado, um dom de Deus para todas as...
Sábado: Santo Dia de Deus Sábado: Santo Dia de Deus
O Santo Sábado é segundo a bíblia o quarto mandamento da lei de Deus. É também um memorial da...

Para Deus, não basta obedecer apenas “exteriormente”, mas sim de “coração” como é ordenado no Novo Concerto.

Com o verso de Oseias é mesma coisa. Deus não estava abolindo a guarda do Sábado, mas dizendo que iria fazer cessar as festividades do povo de Israel, seus sábados cerimoniais, porque eles estavam desobedecendo a Deus. Se lermos um pouco mais abaixo do verso, veremos que povo estava queimando incenso aos baalins (verso 13); o povo estava sendo infiel, adorando outros deuses.

Ao dizer que iria “cessar o gozo e os Sábados”, Deus estava profetizando que iria permitir que o castigo viesse a eles, ou seja, iriam ser escravizados e não mais poderiam comemorar suas festas.

O Senhor não estava falando que o Sábado não seria mais importante, ou que seria substituído pelo Domingo. Ele apenas estava falando que devido aos muitos pecados do “povo que guardava o Sábado”, esse povo não continuaria mais a existir como nação. Deus faria cessar as festas que ocorriam nos Sábados festivos da nação, porque a nação tinha pecado muito, e seriam levados para o cativeiro.

Artigos Relacionados

A Guarda do Sábado no Período da Reforma Protestante A Guarda do Sábado no Período da Reforma Protestante
Durante o período da Reforma Protestante, houve um grupo de cristãos que seguiu as implicações...
Mateus 24:20 e a Observância do Sábado Mateus 24:20 e a Observância do Sábado
Em Mateus 24, Jesus está respondendo perguntas dos apóstolos, a respeito de Sua segunda vinda e da...
Confissões Católicas sobre o Sábado e o Domingo Confissões Católicas sobre o Sábado e o Domingo
1) James Cardinal Gibbons, The Faith of our Fathers, 88. ed., p. 89. "Mas você pode ler a Bíblia de...
Os Valdenses e a Guarda do Sábado Os Valdenses e a Guarda do Sábado
Os primeiros Valdenses foram membros de um movimento de reforma na Europa, especificamente nas...

Envie suas perguntas